Desde 2014, a Unidata Automação é o fornecedor exclusivo do Estado de Minas Gerais, provendo a gestão da sua frota de veículos oficiais por meio da automação dos postos de abastecimento próprios, atendendo a uma demanda da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG), órgão responsável pela gestão do patrimônio, compras governamentais, contratos, assim como a logística e tecnologia da informação.

Sistema específico e personalizado

A Unidata criou um sistema online via web-browser e dispositivos eletrônicos instalados em postos e veículos, numa estrutura integrada, especialmente para automatizar os postos de combustível da rede própria do Estado.

Dentre as funcionalidades desse sistema, está o processo de gestão total dos abastecimentos definido por cotas para unidades de frota e/ou veículos. O controle de cotas é feito com base no saldo de combustível de cada órgão/entidade. O sistema ainda limita os abastecimentos por meio da definição de parâmetros, como:

  • Dias da semana e horários;
  • Data específica para não abastecer;
  • Número de transações;
  • Intervalos de abastecimentos;
  • Municípios específicos para abastecimentos.

 

Em parceria com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG), a Unidata também elaborou o material de treinamento do Sistema de Gestão Total de Abastecimento – SGTA que compõe o serviço de gerenciamento do abastecimento, e do Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços – SIAD, sistema corporativo utilizado para a gestão da frota de veículos oficiais. Ambos os sistemas encontram-se integrados a fim de tornar o processo mais seguro e eficiente.

Até 2010, mais de 20 mil veículos pertencentes aos 60 órgãos que faziam parte do Poder Executivo do Estado eram abastecidos sem controle efetivo. Para Marcos Eduardo Silva Soares, Superintendente Central de Logística da SEPLAG, o principal ganho com o novo sistema de automação foi um controle de fato completo e seguro. “O Estado tinha o desafio de estabelecer um modelo de gestão do processo de abastecimento prioritário com mais qualidade, eficiência, segurança e economia, devido à alta despesa recorrente com a aquisição de combustível e vários modelos de abastecimento inviáveis”, ressalta.

O Estado necessitava de um modelo de gestão integrado, que controlasse todo o processo de abastecimento, compreendesse e atendesse às necessidades de administração dos postos de todos os municípios de Minas Gerais.

Era preciso melhorar os controles, estabelecer e acompanhar indicadores de desempenho, reduzir custos de aquisição e mitigar os riscos de desvios nos abastecimentos da frota do Estado.

Segundo o Superintendente, “o principal ganho foi a economia no combustível, além da segurança e qualidade do sistema SGTA – integrado ao sistema do Estado – que gera dados atualizados permitindo analisar o desempenho de toda a frota do Estado”.

A partir da implantação do sistema de automação da Unidata, a SEPLAG criou um Projeto de Gestão de Frotas por Indicadores, no qual o consumo, a localidade e a usabilidade dos veículos são analisados, tornado o processo mais eficiente e o ganho de gestão por meio desse projeto, maior.

Atualmente, a frota de veículos oficiais contempla os transportes de 65 órgãos do Estado, dentre eles ALMG, TJMG, SEJUSP, Secretarias, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros.

O gerenciamento do abastecimento é requisito fundamental para o controle e a redução dos custos totais para o Estado, pois permite monitorar todo o ciclo do combustível, desde a aquisição, passando pelo armazenamento, até chegar ao consumo.

Visando, dessa maneira, diminuir as possibilidades de desvios e fraudes e possibilitando o recolhimento de informações mais apuradas, sobre o desempenho da frota de veículos, gerando maior eficiência, segurança e, principalmente, economia para Minas Gerais.

Gestão eficiente da frota e economia para o Estado

Anualmente, são movimentados 20 milhões de litros de combustível nos postos internos do Governo do Estado.

Para a Secretaria, o novo modelo de abastecimento desenvolvido pela Unidata representa uma evolução em comparação ao modelo anterior, pois oferece um controle mais efetivo devido ao uso de tecnologia de ponta (o controle dos abastecimentos é automatizado e não informatizado como antes) e possui abrangência superior, compreendendo toda a rede de postos do Estado.

Atualmente, são 69 postos automatizados em todo o território estadual, com mais quatro postos a executar, reunindo mais de 80% da demanda de combustível do Estado de Minas Gerais.

De acordo com Michele Kinoshita, Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental da SEPLAG, a maior vantagem da implantação do sistema Unidata foi “a disponibilidade de dados e informações mais confiáveis – o que subsidia a geração dos indicadores de frota e a tomada de decisão. Além do controle em tempo real da situação dos estoques de combustível nos postos próprios, reduzindo os riscos de desabastecimento e permitindo identificar possíveis vazamentos ou desvios para averiguação”. Para Michele, “a solução trouxe maior segurança nos abastecimentos, tendo em vista as integrações com o sistema corporativo do Estado e as verificações de informações mínimas para liberação da bomba. Foi possível melhorar, ainda, outros processos relacionados à gestão como atendimentos e manutenção da frota”.

A Unidata ainda disponibiliza um canal de atendimento exclusivo para a SEPLAG, com profissionais preparados para atender a qualquer necessidade demandada pelo órgão.

Por meio desse canal de atendimento, é possível solicitar suporte técnico, esclarecer dúvidas e informações quanto ao Sistema de Gestão Total de Abastecimento – SGTA, requisitar apoio quanto ao funcionamento do sistema, manutenção, entre outros.

A Unidata iniciou sua trajetória no mercado de automação em 1989. É uma empresa especializada no desenvolvimento e fornecimento de soluções para controle de abastecimento e gestão de combustível, com tecnologia de ponta para atender diversos segmentos industriais como mineração, transporte, agronegócio e distribuição de combustíveis.